Bioret Agri, Pioneiro do bem-estar Animal é uma empresa francesa inovadora e líder europeu no colchão contínuo. é o único fabricante de colchões para vacas em França.

"DELTA X" de Bioret Agri medalha de prata na Eurotier

SEPARADOR DE FASE PARA EFLUENTES DE CRIAÇÃO DE VACAS LEITEIRAS

As inovações em matéria de emissões agrícolas (amônia, CO2, etc.) são destaque este ano na Eurotier, já que a única medalha de ouro foi concedida ao COW TOILET, um micrótio para vacas, enquanto que o DELTA X da Bioret Agri também colheu uma medalha, a de prata.

Estas distinções recebidas na EuroTier representam uma consagração a nível global, pelo reconhecimento entre pares das inovações revolucionárias. Agitadora permanente de ideias, a Bioret Agri é frequentemente reconhecida pelos seus equipamentos que têm um impacto real nas explorações, como a distribuição, pelos seus poderosos efeitos e pelas rápidas melhorias que produzem na qualidade de vida dos animais e no seu desempenho zootécnico.


A IDEIA ORIGINAL

  • Resolver o problema de dejetos em vacas leiteiras, evitando sua formação. Simplesmente.
  • Para isso. Separar as duas fases de efluentes : coletar os líquidos numa direção e os sólidos noutra, para poder estocá-los separadamente.


COMO FUNCIONA

  • No piso do corredor de circulação, são instalados dois canais para acomodar o sistema de separação de correias.


  • Declives de 3% são criados em ambos os lados dos canais para levar os excrementos para lá por gravidade durante a limpeza.


  • A correias longitudinais instaladas no fundo dos canais são acionadas por um movimento lento permanente, de uma extremidade à outra do edifício, entre as as duas polias.


  • Arrastam os sólidos (estrume) durante o trajeto em posição superior, em direção a uma fossa de armazenamento instalada numa das extremidades do edificio.
  • No trajeto de volta, raspam o fundo do canal e arrastam a fase líquida (urina) para a outra extremidade do edifício de onde flui para um tanque de recuperação onde pode ser bombeada para um silo de armazenamento.



O QUE A EXPLORAÇÃO GANHA COM ISSO

  • A rápida separação da urina permite o fluxo imediato da mesma para o sistema de drenagem e armazenamento, fora do estábulo. Não fica ao ar livre, não se mistura com o esturme, e assim gera menos 70% de emanações amoniacais.
  • O piso do estábulo torna-se mais limpo.
  • O odor desagradável de amônia desaparece.
  • Melhoramos a produção de umas vacas e reduzimos as doenças crónicas de outras.
  • Os efluentes sólidos são de melhor qualidade, em termos de potencial de metonização, espalhamento ou compostagem. Um estudo em curso dará origem a uma publicação confirmando a melhoria da pegada de carbono do rebanho, com a redução de emissões de CO2 por vacae por ano quantificado.
  • Os efluentes líquidos, após concentração, podem retornar à natureza como bioestimulante nitrogenado para lavouras, gratuito e orgânico.
  • Os efluentes nestas 2 formas são mais bem valorizados nos planos de espalhamento, e cada uma das formas pode ser adicionada no momento oportuno adequado em relação às necessidades das cultura, com mais precisão.

Evitando a formação de estrume, DELTA X reduz consideravelmente as emissões de amônia no estábulo e produz por um lado um aditivo orgânico valioso e por outro lado um biofertlizante concentrado, ambos gratuitos.

Entre as unidades de azoto de sintese economizadas, a quantidade de óxido nitroso não emitida pelo estábulo e a redução das emissões de metano pelos efluentes sólidos, estima-se o beneficio ambiental total para o ambiente em 3 a 4 toneladas -CO2-equivalente por vaca e por ano.Uma excelente notícia para a criação leiteira, visto que fica particularmente exposta nos debates sobre o aquecimento global.


FUNCIONA ?

  • Desde de vários anos, a pesquisa e o desenvolvimento do conceito deram origem ao depósito de 5 patentes francesas e internacionais.
  • O protótipo foi validado em condições reais de funcionamneto no GAEC DU BUISSON (Abbaretz – 44).
  • A comercialização do sistema em França está prevista para Abril 2021. Uma instalação já está sob contrato na Holanda e será montada em 2021. Dois projetos estão em curso em França : um de renovação para 2021 (em Loire Atlantique) e um novo edificio de 220 Vacas Leiteiras com problemas de bacia hidrográfica para 2022 (Côte d’Armor).